Seguidores

quinta-feira, 20 de Março de 2014

Salada de Aproveitamentos e Sumo Natural de Morango e Papaia

Olá,
A palavra que mais se ouve hoje em dia é CRISE.
Claro que esta maldita palavra atacou em grande o nosso dia a dia.
Não sou excepção, até porque a nível de saúde as coisas há muito tempo que não andam bem, ora assim sendo os rendimentos ficaram muito mais fragilizados.
Mas temos de dar a volta por cima e esta crise não é má em tudo.
Trouxe algumas coisas positivas, as pessoas passaram a dar mais valor aos seus rendimentos, para além de começarem a pensar de outra maneira.Inclusive começaram a fazer as suas refeições em família, juntam amigos à volta de uma mesa. Nem tudo é negativo, felizmente que velhos hábitos estão a ficar na moda, desculpem usar o termo moda, mas, hoje em dia tudo é moda. Embora valores e ética nunca deviam sair de moda, mas sim ser uma continuação de transmissão de valores que os nossos pais nos transmitiram e que os pais deles também o fizeram com os nossos pais, 
Sim, temos de dar a volta por cima, que voltem os velhos valores que se foram perdendo por vivermos numa sociedade consumista. Claro que também gosto de consumir, mas não me identifico como uma consumista compulsiva. Se antes já reaproveitava as coisas na minha casa agora ainda o faço mais, não só na comida como em outras coisas que vos mostrarei em breves postagens.
A minha casa é o meu porto seguro, a minha zona de conforto, é cada vez mais o meu território onde me sinto Eu, onde me sinto segura, por esse mesmo motivo, vou inventando na minha cozinha, misturo sabores, aproveito promoções, vales de desconto,  para que depois mais tarde no conforto do eu lar e na mimha oficina de sabores possa dar largas à minha imaginação para poder mimar a minha família em volta de uma mesa, sempre com conversas animadas e rodeada de muito amor e carinho por tudo aquilo que faço e partilho com todos eles.
Neste momento em que escrevo estas palavras, encontro-me no silêncio  do meu lar, tendo por companhia os meus amigos de 4 patas que me rodeiam com todo o seu carinho, ouço um mantra tibetano, fumo o meu cigarro e sinto-me inspirada para aqui escrever e poder dar a conhecer um pouco de melhor a vós que perdem tempo a ler os meus pensamentos e a verem o que uma humilde mulher comum gosta de cozinhar para a família.
Mas passemos à receita que hoje vos trago.
Como no inicio disse a crise obriga-nos cada vez mais a poupar recursos e a inventar-mos pratos que se podem tornar verdadeiras maravilhas culinárias.
Ora eu fiz algumas refeições em que me sobraram algumas coisas, entre elas, um pouco de massa, frango cozido e existia algumas frutas e legumes que necessitavam urgentemente de ser utilizados para não se estragarem. Um pouco de queijo que estava a ficar seco, mas, que ralado dá um sabor delicioso à minha salada à Pauluxa.
Assim misturei frango, massa, tomate cortados em quartos, alface, misturei ananás, maçã e banana, acrescentei 4 ovos cozidos (malcozidos, que para mim ainda deu um sabor melhor a esta salada). Por fim misturei tudo, ralei o queijo por cima e saiu uma salada fantástica, cada um temperou à sua maneira e consegui uma refeição deliciosa para 5 pessoas.
Bom aspecto não acham?

Fiz um sumo natural, que é o que se tem bebido ultimamente cá em casa, o que para além de ser muito mais saudável que os refrigerantes de compra, podemos sempre inventar sempre novos sabores.

Para o sumo que acompanhou esta refeição utilizei:
 Ingredientes:
400gr de morangos ( que se encontravam congelados, pois tinha aproveitado uma promoção e assim comprei uma quantidade maior, que depois de devidamente arranjados os congelei. Para além de que estando congelados já deixa o sumo fresco e pronto a servir)
1 Papaia
400gr de água 
3 Colheres de sopa de açúcar amarelo.

Preparação:
Na Bimby coloqueis os morangos, o açúcar  e dei 3 toques na velocidade turbo.
Por fim juntei a água e coloquei 2 minutos na velocidade 9.
Depois foi só beber esta delicia.


Posso vos garantir que os sumo ficou uma delicia, acompanhou esta salada fantástica.
São servidos?

Assim obtivemos uma refeição económica e bastante saudável.
Espero que gostem da sugestão que vos trago hoje.
Beijinhos e abraços, que sabem sempre bem e aquecem o coração.
Por favor não se esqueçam de ser felizes.
Até breve 
Pauluxa 

quarta-feira, 19 de Março de 2014

Uma Tarte Deliciosa, para Aligeirar a Dor da Saudade

Olá,
Pois é verdade, há muito tempo que o meu blogue andava abandonado!
A vida nem sempre nos permite fazer aquilo que gostamos, ou apenas por vezes não nos apetece.
Eu tenho andado afastada, mas, continuo a cozinhar para a família e para os amigos!
Tenho me dedicado a outras coisas que tem feito com que o tempo e esta tristeza que assombrou a minha vida vá passando da melhor maneira. Prometo que vou mostrando aos poucos o que tenho andado a fazer.
Tinha de escolher uma data especial, para poder começar a escrever no meu blogue, nada mais especial que o dia do PAI. Infelizmente o meu já não se encontra neste mundo, mas acredito que esteja onde estiver vai gostar de ver que retomei a escrita no meu blogue.
Este cantinho sempre foi especial para mim, nele encontrei pessoas maravilhosas com quem já tive o prazer de contactar virtualmente.
Tenho aprendido muito com todos os blogues que sigo, embora não tenha deixado comentários ultimamente, mas não os posso deixar de visitar.
Uns mais do que os outros é verdade!
Peço desculpa da minha ausência, da minha falta de mimos para as minhas parceiras da culinária, mas deixo aqui o meu pedido de desculpas publicamente.
Como sabem adoro escrever, não quero simplesmente debitar aqui uma receita, quero compartilhar um pouco de mim, da minha vida, do meu estado de espírito, das minhas criticas. Enfim este blogue é um pouco de mim e assim sendo não posso deixar de escrever aquilo que me vai na alma, que acho que devo repartir para quem achar que sou merecedora das suas visitas.
Ora sendo hoje o dia do pai, não tendo o meu presente fisicamente e isso causa-me uma dor sem limites, trago uma receita doce, para que esta saudade que não passa nem deixa de doer amenize um pouco com a doçura de uma gulosice.
Espero que todos aqueles que tem a felicidade de hoje poderem mimar o pai com um doce, que aproveitem ao máximo a sua presença.
Antes de escrever a receita que hoje aqui trago gostava de deixar umas breves palavras sobre o meu pai.
Gostava de te agradecer pai por tudo o que me ensinaste. Obrigada pelos valores que me transmitiste, obrigada pelos raspanetes, obrigada pelo teu amor incondicional, obrigada por teres partilhado comigo a tua tua experiência de vida, obrigada por me amares como ninguém o conseguirá fazer. Obrigada pai por me teres feito, desculpa os tormentos que te fiz passar, mas, acho que estejas onde estiveres terás orgulho da mulher que me tornei, dos netos que te dei, e de tudo o que realizei até hoje. Sei que neste momento não deves estar muito contente comigo, por estar um pouco cansada desta vida, mas nem sempre consigo ser aquela mulher lutadora que me ensinaste a ser. Desculpa por estar a fugir às tuas expectativas nestes últimos tempos, mas, prometo que vou tentar tudo por tudo para voltar a ser o que era.  Por isso mesmo hoje finalmente resolvi voltar a este meu cantinho, começa aqui um novo desafio e uma nova tentativa de tudo voltar a ser o que era. Desculpa e Obrigada Pai!
Desculpem se a tudo o que aqui escrevo vos maça, mas, tinha de o fazer, é como se fizesse parte de uma terapia que me ajuda a melhorar os meus dias.
Vamos então à receita.
Este domingo, fui passar i dia entre amigos, ou seja com os pais da namorada do meu filho, onde fui muito bem tratada e mimada. Ora sendo assim sempre que os visito, não poderia deixar de os mimar também.
Assim fiz uma tarte de chocolate com chantily. É super fácil e bastante agradável ao palato.
Ingredientes:
1 Base de massa Folhada (de compra)
100gr de chocolate de leite
100gr de chocolate de culinária
100gr de natas
1 pacote de natas de culinária para fazer o chantily
3 Colheres de açúcar
1 Colher de chá de essência de caramelo

Preparação:
Levar ao forno a base da massa folhada numa tarteira untada, por cima da massa colocar uma folha de papel vegetal e feijão ou grão seco. Levar ao forno até a massa folhada estar com um tom dourado.
De seguida fazemos o ganache de chocolate.
Leve ao lume num recipiente as 100gr de natas até estas ferverem. Quando estas ferverem retirar do lume e verter por cima do chocolate que já se encontrava partido em pedacinhos. Mexer bem até o chocolate se dissolver por completo nas natas, se necessário levar uns segundos ao microondas para derreter mais um pouco o chocolate.
Assim que a massa folhada estiver cozida retirar do forno, e desenformar. Colocar o recheio de chocolate e deixar arrefecer.
Bater o pacote de natas em chantily, quando estas estiverem com a consistência quase desejada, juntar o açúcar e a essência de baunilha.
Colocar o chantily por cima do chocolate e enfeitar com raspas de chocolate.
Levar ao frio e servir bem fresca.
Bom aspecto este chocolate, não acham?

Posso vos garantir que é uma sobremesa de fácil confecção, bastante saborosa.
Experimentem, vão ver que vão gostar.
Já finalizada, vai uma fatia?

Por mim hoje é tudo.
Feliz dia do pai para todos aqueles que vão ter paciência para voltarem a ler este meu cantiho de experiências.
Até breve
Não se esqueçam de ser felizes
Pauluxa 





terça-feira, 4 de Junho de 2013

Bolo de Cenoura Com Cobertura de Chocolate

Bom dia! 
Este cantinho não fechou apenas tem andado mais parado.
Desenganem-se se pensam que na minha cozinha não se trabalha, trabalha e bem os aromas continuam a invadir as nossas narinas, continuo a mimar a família. 
Tenho me dedicado mais à leitura, ou ao croché e tricô. Tenho alguns trabalhos feitos que ainda não postei aqui, mas que brevemente faço ideia disso.
O meu braço direito tem dado que fazer devido a uma queda que dei, portanto tudo anda atrasado.
Com toda a certeza que todas(os) conhecem o blogue "Cinco Quartos de Laranja", eu acho fascinante todas as ideias que esta amiga compartilha, deixem que vos diga que de tudo o que experimentei das suas receitas culinárias nada me correu mal, pelo contrário todos ficámos fãs das receitas.
A última receita foi este bolinho de cenoura com cobertura de chocolate, simplesmente maravilhoso!
De certeza que vão adorar tanto como nós, já foi feito duas vezes seguidas e ainda não enjoámos.

Apenas consegui esta foto do primeiro bolo, mas dá para ver como fica com um aspeto fabuloso.

Adorei a textura, o sabor:
façam que de certeza que não se vão arrepender.
Beijinhos
Até breve
Pauluxa

quarta-feira, 8 de Maio de 2013

Frango à Provençal Acompanhado Com Arroz de Coentros e Cenoura

Bom dia,
A minhas ausência desta vez não foi tão prolongada, embora eu saiba que ando a descurar o meu cantinho. Mas as coisas não acontecem sempre como planeamos. Estejam descansadas que não venho me lamuriar ou falar de coisas más, para isso já basta a conjectura do país, já basta ouvirmos as noticias que ficamos logo pessimistas. Embora eu saiba que estamos todos a passar por momentos difíceis, isso não implica que não haja coisas boas a acontecer nas nossas vidas. Basta pensarmos que é muito bom, termos acesso à Internet onde nos nossos blogues colocamos comida feita por nós, pensem nos milhares de pessoas que não tem um prato de comer para dar aos filhos, então somos ou não somos felizardas?   Claro que somos! Sim, eu sei, todos temos problemas, uns piores outros nem tanto, mas se é problema é porque tem solução! Só quero dizer com isto que numa sociedade com falta de valores humanos, éticos, está nas nossas mãos também mudarmos um pouco os nossos dias, podem me falar da velha máxima, sozinha não mudo o MUNDO! Não não mudo, mas, se conseguir mudar uma pequena coisa para que a vida de alguém  seja melhor, que a minha vida seja valorizada com algo de bom, então minhas amigas eu já estou a colaborar para mudar o mundo. Fazia aqui um pequeno desafio, quero ver quantas pessoas vão responder a ele, sem que para isso ganhem algum prémio material. Todos os dias coloquem no vosso blogue ou no vosso Facebook, algo bom, algo que fizeram para melhorar as vossas vidas e a dos que as rodeiam, e veremos se não tem motivos para festejar a vida. Se calhar ninguém responde ao desafio, porque não tenho prémio para oferecer, pois cada vez mais vejo as pessoas interessadas em participar em desafios que lhes dê a ganhar algo material. Será que um desafio para ganhar um sorriso de alguém não é merecedor de tantas participações como um desafio para ganhar um bem material? Pensem nisso! Deixo ficar aqui o desafio!
Eu sei que a conversa vai longa, mas, eu gosto muito de aqui escrever as minhas ideias, este blogue não foi criado só para colocar as receitas que se fabricam na minha oficina de sabores, este blogue foi criado para eu falar de tudo o que me apetecer, colocar as mensagens que eu quiser, só me visita quem quiser, podem acreditar que fico sempre muito feliz com as visitas e os comentários que me deixam ficar, mas vou ficar muito mais feliz se souber que consegui mudar para melhor a minha vida ou a de alguém. 
Falando da minha receita de hoje, se calhar vão achar estranho o que aqui vou dizer, mas esta é a pura das verdades. Tenho a minha Bimby há 6 anos,  nunca confeccionei uma refeição na totalidade nela, sempre achei que o sabor não ficava igual ao que confecciono nos meus tacho no tradicional fogão. Sou gozada pelos amigos que me dizem que a minha Bimby serve para picar gelo para as caipirinhas e fazer uma sopa, ou mesmo para fazer um creme ou um bolo. Ontem decidi experimentar realizar uma refeição completa nesta máquina de quem ouço sempre falar maravilhas, de quem aproveitam ao máximo os seus potenciais. Assim sendo fiz uma refeição completa nesta pequena máquina incluindo a sobremesa que um dia destes colocarei aqui a receita, não prometo que seja amanhã, é um dia apenas, quando me sentir inspirada para aqui vir. Deixem-me dizer que alterei pequenas coisas nas receitas, por isso o que aqui escrevo é como eu fiz a receita na realidade, embora esteja muito parecida à original que eu menciono a revista de onde a retirei.
Passemos então à receita.
Comecei por fazer o arroz cuja receita se encontrava na revista da Bimby de Março de 2012.
Ingredientes:
2 Dentes de alho
150gr de Cenoura cortadas em pedaços
10gr de coentros
30 gr de azeite
800gr de água 
2 Colheres de chá de sal
300 gr de arroz vaporizado

Preparação:
Colocar no copo, os alhos, a cenoura, os coentros e o azeite, picar 10 segundos velocidade 5.
Refogar 3 minutos, temperatura Varoma, Velocidade 1. Quando terminar o tempo retirar e reservar.
De seguida colocar no copo a água, e o cesto com o arroz, deitar por cima do arroz o refogado feito anteriormente, com a ajuda da espátula envolver o mesmo no arroz, programa-se 20 minutos à temperatura de 100ºC na velocidade 4. Gostei imenso deste arroz ficou solto, saboroso. Retirei o arroz e coloquei num recipiente envolto num pano turco dentro do fogão para se manter quente até eu terminar de confeccionar a restante refeição.

Para o frango retirei a receita da revista da Bimby de Outubro de 2012.

Ingredientes:
30gr de azeite
400gr de peito de frango
150gr de cebola
3 dentes de alho
250gr de tomate triturado com ervas  (São umas latas de tomate triturado que existe no Jumbo, cujo sabor é fantástico, eu gosto muito de utilizar este tomate temperado).
70gr de Vinho tinto
Sal q.b.
Pimenta q.b.

Preparação:
Colocar no copo o azeite e aquecer 3 minutos,  temperatura Varoma na velocidade 1.
Adicionar o frango e programar 6 minutos, temperatura Varoma, colher inversa na velocidade colher.
De seguida retirar o frango e deixar a gordura no copo, juntar a cebola e o alho e picar 10 segundos velocidade 5. Adicionar o tomate e refogar 5 minutos , temperatura Varoma velocidade 1.
De seguida coloquei o frango no cesto e voltei a cozinhar 15 minutos, temperatura Varoma na velocidade 4.
Quando terminou coloquei num recipiente envolvi o frango no molho e servi com o arroz anteriormente confeccionado.
Fiquei surpreendida pela positiva, o frango ficou com um sabor realmente fantástico.
Acompanhei esta refeição com batatas fritas aos cubos para além do arroz.
Espero que gostem de sugestão.

O frango, a textura do molho fica aveludada.


O arroz, simples e solto como se gosta cá em casa.
Receita concluída e aprovada.

Beijinhos
Até breve
Por favor não se esqueçam de ser felizes e fazer tudo o que está ao vosso alcance para deixar quem vos rodeia felizes.
Pauluxa